Blog

Como otimizar o alcance do Wi-Fi
Como otimizar o alcance do Wi-Fi
Você sabia que a MOC consegue entregar alta velocidade e sinal para você tanto no DOWNload quanto no UPload?   Para obter o maior desempenho possível dentro da sua casa ou empresa, você vai precisar otimizar seu Wi-Fi, pois o roteador retransmite nosso sinal através de uma antena de sinal wireless (eletromagnético).    Separamos 02 dicas para você:   1-Mantenha o Roteador Wi-Fi MOC no local instalado pelo nosso técnico. Colocar o roteador em um lugar estratégico influencia diretamente na qualidade do sinal da sua internet, tendo em vista que o sinal do Wi-Fi pode ser prejudicado caso esteja em um local distante dos usuários, por exemplo.   2-Não cubra ou esconda seu Roteador MOC. Para evitar que sua rede sofra interferência de qualidade, evite também que telefones sem fio e fornos de micro-ondas estejam muito próximos ao seu roteador Wi-Fi, pois eles causam interferência na transmissão do sinal. Para mais informações, fale conosco: (44) 3228-8800(44) 98854-7631 eli@moctelecom.com.br www.moctelecom.com.br
VER MAIS
O que significam nossas cores?
O que significam nossas cores?
Com objetivos estabelecidos e metas traçadas, a MOC se apresenta agora através de três diferenciações em tonalidades de cores para facilitar a comunicação visual e identificação de seus produtos:     O Verde Escuro refere-se à MOC Tecnologia - serviços como Radiocomunicação, Conectividade, Energia Solar e Soluções para grandes negócios posicionam-se através do pioneirismo dentro da estrutura MOC e projetam o sucesso que só quem tem mais de 40 anos de mercado pode conquistar.   O Verde Claro - serviço de internet, por sua vez alcançou a marca de Provedor de Internet à Rádio mais estável de Maringá e ultrapassou fronteiras chegando até a cidade de Apucarana. Com alto rigor desde a instalação até entrega de velocidade FULL (mesma velocidade para UPLOAD & DOWNLOAD), a Internet MOC tem se destacado como uma das mais promissoras do setor devido à alta taxa de aprovação de seus clientes e sua qualidade Premium 5G.   O Azul - referência à cor que representa o céu, posiciona de forma diferenciada os Rastreadores, que trazem à palma de sua mão informação e referência com precisão de tempo e local. Os rastreadores MOC se diferenciam pela agilidade de suporte técnico e qualidade no serviço de instalação. Seja bem-vindo à Era da Conectividade.
VER MAIS
Qual é a melhor senha para colocar no meu Wi-Fi?
Qual é a melhor senha para colocar no meu Wi-Fi?
Você já deve ter se perguntado: Qual é a melhor senha para colocar no meu Wi-Fi?   Nós separamos três dicas para você não ter mais dificuldades na hora de criar sua senha Wi-Fi. Uma senha segura e que proteja sua rede contra ataques de hackers ou malwares fará toda a diferença em sua navegação. Então se ligue nessas dicas da MOC para você: 1-Misture símbolos especiais, números e letras: Dificultar o acesso externo é um dos principais objetivos ao se criar uma senha de Wi-Fi, e a dificuldade do invasor se dá quando a senha contém uma mistura de letras, símbolos especiais e números agregados.   2-Faça diferença entre minúsculas e maiúsculas: Alguns mecanismos de autenticação são "case sensitive", ou seja, tratam letras maiúsculas e minúsculas como caracteres distintos. Acredite, senhas que envolvem estas duas características são mais seguras.   3-Fuja do óbvio: senhas que utilizam sequências óbvias de digitação são fáceis de se decorar, mas podem ser descobertas com poucas tentativas. Fuja de datas especiais, nomes de pessoas importantes para você ou até mesmo de lugares que marcaram sua vida.   Agora o mais importante é você seguir nossas dicas e aproveitar ao máximo sua internet através da conexão Wi-Fi ;)  
VER MAIS
Cabos Submarinos - como funciona a tecnologia que conecta pessoas e continentes?
Cabos Submarinos - como funciona a tecnologia que conecta pessoas e continentes?
Os primeiros cabos submarinos surgiram na década de 1850 (entre América do Norte e a Europa), poucos anos após a invenção do telégrafo. Os cabos submarinos são conexões submersas nos oceanos — entre estações terrestres de rede — usadas para transmitir sinais de telecomunicações. E a internet não é possível sem eles. São milhares de quilômetros de cabos e repetidores atravessando mares.    Imagem: Reprodução / TeleGeography A capacidade desses cabos submarinos varia muito. Normalmente, os cabos mais novos são capazes de transportar mais dados do que cabos de 15 ou 20 anos. Os recentes são capazes de transportar totais de 160 a 200 Tbps (terabits por segundo). Os cabos submarinos tem vida útil de 25 anos, mas geralmente são aposentados mais cedo porque estão economicamente obsoletos. Não podem fornecer tanta capacidade quanto os mais novos a um custo comparável e se tornam caros para serem mantidos.   Atualmente a velocidade média de transmissão de dados pelos cabos é de aproximadamente 4 Tbps (terabits por segundo). Há projetos em andamento que prometem multiplicar esse número. De acordo com o portal TeleSíntese, a empresa Seaborn Networks, por exemplo, concluiu em janeiro a captação de US$ 500 milhões para a construção de um cabo que ligará São Paulo até Nova York, nos Estados Unidos, com a transmissão de dados ocorrendo em 72 Tbps.   De acordo com o site TeleGeography.com, no início de 2018, eram aproximadamente 448 cabos submarinos em serviço em todo o mundo. Mas o total de cabos está em constante mudança conforme novos operadores entram e os cabos mais antigos são desativados por questões como aposentadoria, rompimento e outros acidentes.   O total em quilômetros de cabos em serviço já ultrapassa 1,2 milhão globalmente. Alguns são bastante curtos, como o cabo CeltixConnect de 131 quilômetros — entre a Irlanda e o Reino Unido. Outros são enormes, como o Asia America Gateway, de 20 mil.     Como os cabos submarinos são por dentro? Os cabos submarinos modernos usam tecnologia de fibra óptica. Lasers de uma extremidade disparam dados a velocidades extremamente rápidas em fibras de vidro muito finas para receptores na outra extremidade do cabo. Essas fibras de vidro são envoltas em muitas camadas de plástico e metais para sobreviver ao fundo do mar.   Isso não quer dizer que cabos de fibra sejam espessos como tronco de árvores. Um cabo costuma ser tão largo quanto uma mangueira de jardim. Os filamentos dentro dele é que são extremamente finos — com aproximadamente o diâmetro de um fio de cabelo humano. Quando mais perto da costa, ganham camadas extras de proteção nas extremidades.   Olha só que legal este vídeo que mostra um pouco mais sobre estes cabos:    
VER MAIS
Link Dedicado ou Compartilhado?
Link Dedicado ou Compartilhado?
Link dedicado ou compartilhado?Existem inúmeros anúncios de planos de banda larga por aí. Um festival de siglas e preços que muitas vezes confundem e não explicam que o que você está comparando é, na verdade, internet compartilhada. Teoricamente, banda larga é o tipo de conexão que permite ao usuário navegar em alta velocidade. Mas essa velocidade muitas vezes é um problema.Com tanta gente – usuários e a sua empresa – tentando compartilhar e trocar dados e informações ao mesmo tempo, o sinal fica concorrido e inconstante. E aí, você já deve ter visto esse cenário: lentidão, oscilações, congestionamentos, interrupções e até quedas da conexão. Em alguns casos, leva-se até 48 horas para ter o sinal restabelecido por completo.Os links compartilhados hoje oferecidos no varejo brasileiro raramente ultrapassam velocidades da ordem dos 100 Mbps – e ainda temos de considerar, sobre essa performance, que apenas 30% dessa banda estarão constantemente disponíveis.Mas existe uma solução: o Link Dedicado, também conhecido como IP dedicado, é a resposta ideal para empresas, de qualquer tamanho, que necessitam de total garantia de velocidade e disponibilidade de conexão à internet. O Link Dedicado garante uma internet mais segura, estável e com performance. Isso ajudará a aumentar a agilidade e rapidez de processos.Simples ou redundante?Na hora de contratar, você pode optar pelo link simples, mas também tem acesso ao link chamado redundante. Nessa modalidade, você passa a dispor na verdade de dois links de comunicação com a rede, totalmente independentes.Além de cobrir possíveis falhas no sistema enquanto a gente resolve o problema, quando ambos os links estão funcionando perfeitamente, você pode criar regras de distribuição que aproveitem os recursos de ambos de forma mais otimizada. Por exemplo, distribuindo bandas de ambos para aplicações mais essenciais, deixando ligações individuais em máquinas e aplicações secundárias. Assim, mesmo na ocorrência de falhas, atividades vitais em sua empresa jamais serão interrompidas. Com o link dedicado da MOC você poderá trabalhar com uma internet de verdade, com velocidades que podem chegar a 1Gbps, dependendo de suas necessidades.A tendência é que, cada vez mais, tenhamos de usar velocidades muito acima das médias de mercado para operar alguns modelos de negócio. Profissionais e empresas que manipulam vídeos e trabalham constantemente com aplicações de streaming, companhias que operam imensas APIs de dados, empresas com fluxo intenso de arquivos gigantescos entre seus departamentos estão nessa lista.Com um bom link dedicado, além de trabalhar com velocidades comparáveis aos melhores serviços de internet de fibra óptica do mundo, você pode dimensionar e prever suas necessidades de banda conforme seu negócio se desenvolve e se torna mais complexo. Os serviços da MOC são flexíveis e escaláveis, ou seja, sempre que você demandar mais velocidade ou banda basta entrar em contato e ajustamos sua infraestrutura e seu contrato rapidamente, sem milhares de ligações, visitas e agendamentos.
VER MAIS
Samsung compra startup espanhola para se preparar para as redes 5G
Samsung compra startup espanhola para se preparar para as redes 5G
Samsung anunciou nesta quarta-feira (17) a compra da Zhilabs, uma startup de análises de rede localizada em Barcelona, na Espanha. Ainda que a sul-coreana não tenha divulgado o valor investido, ela foi bem clara em seu objetivo com o negócio: preparar-se para a era das redes 5G. A Samsung explicou que a Zhilabs é uma empresa especializada em IA aplicada a redes e dados analíticos de serviços de internet, um conhecimento fundamental para a introdução de serviços 5G, principalmente soluções de IoT em escala industrial e carros conectados. Entre os clientes da Zhilabs estão gigantes como a Vodafone e a Telefonica, que dependem da empresa para fornecer análises em tempo real de desempenho nas redes das marcas.   Ainda que a empresa tenha sido comprada pela Samsung, ela continuará a operar de modo independente e com gerenciamento próprio. Mesmo assim, a asiática tem planos de desenvolver em conjunto novas tecnologias que serão usadas nas redes 5G. Em comunicado oficial, o CEO da Zhilabs, Joan Raventos, explicou que a tecnologia 5G será um novo paradigma para o setor de comunicação, mas isso desde que as operadoras consigam estar sempre analisando e melhorando suas redes. Enquanto isso, a Samsung continua investindo no crescimento de redes 5G comerciais. Exemplo disso é que a corporação está conduzindo teste de um roteador 5G em parceria com a conterrânea SK Telecom. A previsão é que o equipamento seja lançado oficialmente ainda neste ano.
VER MAIS
Trump lança estratégia para liderança mundial dos EUA em internet 5G
Trump lança estratégia para liderança mundial dos EUA em internet 5G
O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira (25) o plano para garantir o país na liderança para a próxima geração de rede sem fio, em uma clara referência ao novo padrão 5G, aprovado neste ano. Em junho, o 3GPP, grupo de especialistas das telecomunicações, anunciou a finalização do padrão para o 5G independente para utilização comercial. A expectativa era de que a tecnologia chegasse somente em 2020, mas o grupo se esforçou para adiantar o processo, sendo que a adoção em massa já pode começar no ano que vem. Até o momento, a samsung tem um acordo com a Verizon para aplicação da nova internet nos Estados Unidos, e a AT&T já se mostrou interessada em sair na frente com o 5G ainda no fim deste ano. Junto dos norte-americanos, Japão, China e Coreia do Sul já estão também trabalhando para entrar neste mercado.   Com o objetivo de fomentar o novo padrão nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump anunciou o desenvolvimento de uma estratégia nacional voltada ao espectro eletromagnético de rede que será usado para o 5G. Tal programa será liderado pela secretaria de comércio americana junto com agências para garantir que haja espaço para projetos com 5G — sobretudo os voltados a “propostas militares”, Trump afirma. Para isso, as agências nacionais dos Estados Unidos vão precisar informar ao governo suas necessidades em relação a quanto do espectro eletromagnético vão precisar para suas atividades. Ainda, a Federal Communications Commission (órgão análogo à nossa Anatel) também está pressionando o governo Trump para que haja um aumento do espectro voltado sobretudo para população rural do país. Estes cidadãos, de acordo com a FCC, ainda ou não têm acesso à rede móvel, ou ainda estão conectados com qualidade muito precária. A expectativa é de que o novo padrão 5G não somente permita velocidades maiores de internet móvel, como também garanta avanços em setores como internet das coisas, carros autônomos, conferências e serviços em nuvem. Em termos de velocidade, testes da Samsung realizados no ano passado demonstraram que a capacidade do 5G pode fornecer um pico de transferência de dados de 20 Gbps, com taxa utilizável pelo usuários de 100 Mbps em internet móvel.
VER MAIS
Nokia e Samsung expandem acordo sobre patentes móveis
Nokia e Samsung expandem acordo sobre patentes móveis
A Nokia e a Samsung anunciaram nesta sexta-feira (26) a extensão de seu acordo relacionado a patentes de tecnologia. A empresa finlandesa tem licenciado oficialmente muitas de suas tecnologias móveis para a sul-coreana desde 2016 em um contrato que expirava no final de 2018; agora, ele foi estendido por “múltiplos anos”. A novidade, como normalmente acontece com termos dessa categoria, não veio acompanhada de detalhes, mas, se seguir o padrão da união entre as duas companhias, deve garantir que a Samsung possa continuar a utilizar as tecnologias registradas da Nokia pelo menos até 2021. É um movimento necessário para a companhia asiática, uma vez que muitas das inovações presentes em seus smartphones, principalmente em termos de redes, são fruto de licenciamentos com a companhia europeia. Em comunicado, a Nokia citou a Samsung como uma das líderes do mercado mobile e também uma parceira antiga, com a continuidade dessa união garantindo o progresso destes dois status. Na visão de Maria Varsellona, diretora legal e do setor de tecnologia da fabricante finlandesa, a extensão é uma boa notícia para ambos, demonstrando a força do portfólio de patentes de uma e o desejo de continuar no topo da outra. Além disso, a executiva citou como fundamental o acordo, tanto na continuidade de seus esforços de pesquisa e tecnologia quanto na implementação das redes 5G, ainda em andamento, mas mais próxima dos usuários finais do que nunca. Nesse ensejo, afirmou ela, a colocação de tecnologias em produtos da Samsung é fundamental. A venda de patentes é, hoje, uma das principais fontes de receita da Nokia. Antes uma das principais fabricantes do mercado móvel, se não a maior de todas, ela voltou seus olhares aos setores de infraestrutura na medida em que os smartphones dominavam o segmento. Recentemente, entretanto, ela retornou ao mundo dos celulares por meio de um licenciamento de sua marca para terceiros e o lançamento de aparelhos com o sistema operacional Android. Além da Samsung, a Huawei é outra grande parceira da Nokia quando o assunto são patentes. Além disso, a empresa da Finlândia é uma das principais contribuidoras do desenvolvimento e pesquisa de redes 5G. Ela é detentora de boa parte das tecnologias registradas relacionadas ao padrão, o que deve render a ela muitos dividendos na medida em que a implementação for acontecendo.
VER MAIS